Google Friend Connect? O que é isso?


Olá amores!

O Google Friend Connect (GFC) é uma forma de os blogs se tornarem um ambiente mais interativo para seus leitores. Através dele é possível ver quem acompanha o blog e receber atualizações dos blogs que vocês seguem pelo painel do blogger sem precisar criar um. Outra vantagem são as promoções feitas nos blogs que você gosta: a maioria coloca como critério de participação seguir o blog, então vai ser muito mais fácil se vocês já os tiverem seguindo. Para nós blogueiros o apoio dos leitores conta muito e é gratificante para nós saber que vocês prestigiam nosso trabalho através de comentários, compartilhando nossos posts com seus amigos ou simplesmente nos seguindo. A vantagem prática é na hora das parcerias, pois muitas editoras e lojas usam como um dos critérios o número de seguidores,.

Eu notei que bastante gente acompanha as postagens pelas redes sociais, mas poucos são os que seguem o blog por aqui mesmo. Pode ser que a maioria não siga porque simplesmente não quer, e tudo bem quanto à isso, mas se mudarem de ideia eu não me importo, mas também tem aqueles que não seguem por não saberem como se faz isso. Então, pensando nisso, eu decidi dar uma de professora e ensinar vocês como se faz isso!

#8 O que eu penso sobre... A Chave de Arkne - Gustavo Sylar (Booktour)



Oi oi pessoal!

Quem deu uma olhadinha ali na lateral do blog notou que eu estou participando do primeiro booktour aqui do blog! Ele foi organizado pelo Gustavo Sylar, autor de A Chave de Arkne. A ordem de leitura definida por sorteio foi:

Além do livro, o Gustavo nos enviou também marcadores autografados, dois para cada blog!



Esses são os meus! <3




Bom, então agora vamos às minhas impressões sobre o livro!


Sinopse: Arthur Sullivan é um garoto de dezessete anos que possui um certo desprezo pela humanidade. Buscando fugir desse mundo trivial e vazio ele ingressa em um "coven", cujos membros são pessoas bem peculiares. No entanto, esse garoto aos poucos vai se perguntando se de fato foi uma boa ideia ser integrante desse grupo tão exótico, aliás, há muitos segredos e mistérios girando em torno das pessoas, especialmente sobre "Susana" a sigilosa líder e alta sacerdotisa.

Aos poucos Arthur vai se infiltrando num mundo totalmente novo, um mundo que jamais imaginou existir, entretanto nem tudo são mil maravilhas. Prepare-se para embarcar numa história emocionante, misteriosa, mágica. Encoberta por segredos e muito suspense.


A história é para a faixa-etária infanto-juvenil, com uma narração simples e muita aventura, é um prato cheio para passar o tempo sem ver a hora passar! Eu também gostei de ao longo da trama os personagens passarem por transformações influentes na história. No começo eu detestei o Arthur, personagem principal. Achei ele muito mimizento e com um forte complexo de superioridade, mas depois ele muda e é explicado esse comportamento arrogante.

Só o que eu tive certas ressalvas foi quanto à narração. Em certos momentos que poderia ser feito um mistério maior sobre o que estava acontecendo e deixar o leitor tentar resolver o quebra-cabeça e descobrir os segredos, o narrador te entrega tudo sem te dar tempo para pensar. Também teve partes que diziam algo como "o que será que aconteceu? Descubra no próximo capítulo", isso eu também não gostei de ter sido colocado, achei desnecessário. 

Algumas coisas acabaram passando despercebidas pela revisão, mas eu sei que essas coisas acontecem, fica apenas como dica para os próximos livros do autor!

Mas gente, essas partes que eu não gostei são de opinião pessoal e nada que me fizesse descartar a leitura, pelo contrário, li todo o livro em bem pouco tempo devorando cada capítulo para saber o que iria acontecer e qual seria o desfecho dado à história, que aliás ficou bem legal!

Em suma posso dizer que foi uma leitura muito agradável e que estou ansiosa para ler os próximos livros que o autor escrever!


Bom pessoal, por hoje é isso! Agora o livro segue viagem até à Mariana. Quem quiser saber outras opiniões sobre ele, acompanhem os outros blogs e a página oficial do livro no facebook!


Kissus kissus! o/

Sobre o fim de ano e as mudanças que vem com ele...

Oi oi pessoal!

Eu sei que estou sumida, mas o post de hoje é justamente para falar sobre isso.

Esse fim de ano foi bem movimentado para mim, não só aqui no blog como também na minha vida pessoal. Tive alguns imprevistos que acabaram atravancando tudo e por isso tenho vários livros de parcerias aqui que acabei não resenhando ainda e várias tags que me indicaram e que eu ainda não respondi,

Mas como fim de ano é aquele momento em que a gente aproveita para fazer um balanço de tudo o que aconteceu, fazer mudanças e organizar as coisas jogando fora o que não serve mais para dar lugar às coisas novas, eu também vou aproveitar para fazer modificações aqui no blog, criando um ambiente cada vez mais aconchegante e interativo para vocês. A primeira coisa que prentendo fazer é mudar de layout, e por isso agora por esses dias talvez tudo fique um pouco bagunçado, mas logo colocarei tudo em ordem de novo, e para isso preciso da opinião de vocês: vocês gostariam que eu organizasse os livros que já resenhei em uma lista que será colocada em uma página do blog, ou deixo como está? Faz tempo que estou com essa dúvida, então a opinião de vocês é realmente muito importante!

Aproveitando o clima de mudanças eu quero sugestões de o que vocês querem ver por aqui. Quais tipos de posts eu posso fazer, quais livros vocês querem que eu resenhe, tem algum assunto que vocês querem que eu aborde mesmo não sendo literário? Alguma coisa que vocês queiram saber a minha opinião? Vocês podem responder isso através dos comentários ou me enviando um e-mail para blogchaelivros@gmail.com.

Por hoje é isso pessoal! Peço desculpa pelo transtorno e agradeço desde já a compreenssão de vocês. Logo o blog voltará ao normal e com novidades que vocês vão gostar! Não deixem de opinar sugerindo coisas ou com críticas construtivas para tornar o blog cada vez melhor!

Kissus kissus! o/

#7 O que eu penso sobre... Eclipse da Lua Azul - Débora Knittel e Érica Falcão


Oi oi pessoal!!

Eu sei que ando sumida, mas com o final do semestre precisei me afastar do blog por motivos de saúde (nada grave) e acabei me ausentando não só do blog como das minhas leituras. Mas aos poucos a rotina do blog vai ir voltando ao normal, não se preocupem! Espero que compreendam e que continuem por aqui trocando dicas de leitura e conversando comigo! :)

Bom, explicações à parte vamos falar de coisa boa! Vamos falar de Tekpix!

Quem acompanha o blog sabe que eu fiz parceria com as autoras Débora Knittel e Érica Falcão, escritoras do livro Eclipse da Lua Azul (quem não sabe pode conferir mais nesse post aqui). Demorou, mas consegui finalmente falar sobre o livro!

Título: Eclipse da Lua Azul                                                         Autor: Débora Knittel e Érica Falcão                                            Editora: Solisluna                                                                        ISBN: 9788589059589                                                                         Nº de páginas: 220                                                                            Acabamento: Brochura                                                                 Ano:2014

Sinopse:"Três mundos... duas amigas... uma jornada.

Após a morte de sua esposa, o arqueólogo John Crane, especialista em história das antigas civilizações, decide mudar-se com sua filha Holly para o Rio de Janeiro, perto dos amigos Dr. Ramos, Dra. Rita e sua filha Maiara. Holly, embora acolhida pela família de Maiara, vive um sentimento de tristeza e saudade de seu pai, sempre em expedições pelo mundo.

Antes de completar dezoito anos, Holly recebe um artefato e tentará desvendar os mistérios sobre o desaparecimento de seu pai, as visões de Maiara e o crescente desequilíbrio da natureza.Nesta Aventura, as amigas, Holly e Maiara conhecem Celino e Kami, seres de outros mundos, iniciando uma jornada na qual os sentimentos e os dons serão despertados e os valores fundamentais da humanidade, colocados à prova.

O final desta jornada é imprevisível. Escolhas determinarão o destino do planeta, para que não fique sob o domínio dos seres das trevas. A Terra poderá ter mais uma chance? "

Como bem diz a sinopse, o livro vai contar a história de Holly e Maiara, melhores amigas que vivem juntas desde que Holly tinha oito anos de idade em função da morte de sua mãe e das constante viagens do pai. Antes de completar dezoito anos Holly recebe de seu pai um objeto que era muito importante para ele, só que no mesmo dia acaba desaparecendo e algo acontece com as duas, entrando na história o elfo Kami e o anjo Celino, designidos para ajudar John, pai de Holly, e as meninas a livrarem o mundo dos seres das trevas. Nesse mesmo início somos apresentados a outros dois personagens importantes na trama chamados Fascínio e Lavínia.

A história é voltada ao público infanto-juvenil, possuindo uma narrativa em terceira pessoa leve e fluida perfeita para essa faixa etária. A edição é impecável, com uma arte de capa linda e as páginas impressas em papel pólen que para quem não sabe é aquele um pouco mais grossinho, amarelado e não brilhoso, com um bom tamanho de fonte. Considero importante ressaltar isso porque ninguém merece ler páginas super finas que dá até para ver do outro lado, cansando muito mais rápido os olhos e forçando a visão.

Em relação ao enredo eu amei o fato de se passar no Brasil, deixando toda a história bem mais próxima da nossa realidade, tendo uma descrição impecável dos pontos no Rio de Janeiro onde ocorre a história, tanto que eu consegui imaginar tudo sem nunca ter ido ao Rio. Outra coisa que gostei bastante foi na igualdade de importância dada a todos os personagens, tendo um desenvolvimento uniforme de história.

Mais uma coisa que eu preciso comentar é que além de carismáticas, a Holly e a Maiara amam Once Upon a Time assim como eu, elas tem até os DVD'S com as temporadas completas, acho que vou pedir emprestado!

Eu gostei do livro num todo e dá para ver que ele foi planejado com muito carinho pelas autoras e pela equipe editorial. Então, depois de ler o livro o que eu posso dizer é: #partiuRJ!


Bom pessoal, por hoje é isso! Se alguém já leu ou ficou com vontade de ler o livro comente aqui para a gente conversar mais sobre ele!

Kissus, kissus!!

Primeira invasão!




Olá pessoas!

Bem primeiro permitam-me me apresentar por aqui, apesar de que a essas alturas acho que todo mundo já viu o meu nome de algum jeito ou de outro por aqui. Muito prazer, eu me chamo Duda! A Juh já me mencionou aqui algumas vezes, mas para aqueles que ainda não ligaram os pontos, eu sou uma maluca obcecada por desenho, animação e música que está atualmente responsável pela arte e pelas ilustrações aqui do blog.

Eu também atendo net afora pelo nickname de Miss Moria, alguns de vocês também podem ter me visto já lá pelo Deviant Art com esse nome, e atualmente eu estou começando um Blog para mim mesma

Bom, já me apresentei e fiz um merchanzinho básico, beleza. Agora, indo para a questão principal da coisa... O que raios eu estou fazendo aqui? XD

A Juh me convidou já faz um bom tempo pra me intrometer um pouco mais ativamente de vez enquanto por aqui pra bagunçar um pouco as coisas. No entanto, eu não sou muito boa escrevendo posts e também tenho uma rotina um pouco enlouquecida, o que foi o motivo de eu ter procrastinado alguma aparição por essas bandas até o momento. Mas, agora que estou de férias por alguns dias, finalmente chegou minha hora! Yaay! /o/

Como minha parte por aqui, além das ilustrações dos posts, eu me propus a passar por aqui de tempos em tempos e postar alguma bobagem ou rascunhos que digam um pouco mais sobre as duas personagens que todos devem ter visto lá em cima no cabeçalho que são respectivamente as srtas Neko e Usagi. Estas duas meninas são, basicamente, personificações desenhadas que eu e a Juh bolamos de brincadeira a alguns anos atrás para nós duas e que irão contar através de painéis e tirinhas algumas das pérolas que nós duas já vivenciamos nesses últimos sete anos de amizade que carregamos no lombo; e que, por falar nisso, foi comemorado especificamente ontem, dia 17! :D

Supostamente eu iria postar está tirinha ontem como uma entrada triunfal das bagunças dessas duas, no entanto, infelizmente eu tive uma prova cachorra para qual estudar e um seminário chaaato para ir hoje e não pude adiantar o desenho da tirinha como queria, então infelizmente o debut delas teve de atrasar... T_T Bom, mas enfim! Melhor tarde do que nunca né?

E falando em debut, que modo mais legal de começar as postagens dessas duas do que, bem, com o começo? Deixo aqui com vocês o momento cômico, em uma certa reunião de desconhecidas, em que nós duas nos conhecemos... A situação que é o pesadelo de qualquer pessoa tímida! XDDD



Parceria: Chiado Editora


Olá pessoal!

Eu sei que faz um tempinho que não apareço por aqui mas foi por uma boa causa, era o aniversário da nossa ilustradora favorita, a Duda entrou para o time do 2.0 e em função da comemoração eu não postei nada por aqui!

Mas não pensem que eu não pensei em vocês também! Nos bastidores do blog eu fechei a nossa primeira parceria com uma editora!

A Chiado Editora é especializada na publicação de autores portugueses e brasileiros contemporâneos, sendo atualmente a maior editora de Portugal nesse segmento e crescendo cada vez mais aqui no Brasil.

A Chiado também se expandiu para vários outros países como AlemanhaAngolaBélgicaCabo-VerdeEspanhaEstados UnidosFrançaLuxemburgoIrlanda e Reino Unido.

Assim que eu receber o livro que eles vão me mandar eu posto aqui para vocês!!

É isso pessoal, o que acharam da parceria? Deixem suas opiniões por aqui!!

Kissus kissus! o/

PROJETO BLC #3: A origem de um clássico


Oi oi pessoal!

A postagem de hoje faz parte do Projeto Blogagem Literária Coletiva, promovido pelos Blogs Chá & Livros, Os Literatos e Diário de uma Livromaníaca, sendo este o terceiro tema do Projeto BLC! Para se inscrever no projeto clique aqui.

É de consenso geral que Drácula de Bram Stoker é um clássico da literatura mundial sendo o pai das histórias vampirescas. Stoker criou a sua maior obra na Era Vitoriana, uma época inigualável e que todas as suas características são muito bem retratadas no decorrer da história.

Dia 08 de novembro é celebrado o aniversário desse célebre autor, então para homenageá-lo vocês serão historiadores por um mês e deverão contar as origens desse clássico, o que levou Bram Stoker a escrever o romance que marcaria uma época cativando leitores até os dias atuais! Mas atenção, será permitido usar referenciais históricos, porém a principal fonte de consulta deverá ser a imaginação de vocês.

Missão dada, agora mãos à obra e vamos explorar as catacumbas de um certo castelo na Transilvânia!



Bram Stoker nasceu em Clontarf na Irlanda no dia 08 de novembro de 1847. Durante a sua infância sempre tivera muita curiosidade em relação à sua linhagem familiar, mas seus pais e avós nunca lhe contavam nada além das histórias sobre seus tataravós.

Certo dia pouco antes de completar 16 anos, o jovem Bram encontrou um antigo caderno de couro no sótão da casa de seus avós enquanto os ajudava a jogar fora alguns entulhos; o couro já estava quase totalmente desgastado e a maioria folhas já estavam soltas, com as páginas amareladas e faltando pedaços. Ele era fechado apenas com um cordão também de couro que dava três voltas e era amarrado na lateral.

Bram nunca havia visto aquele caderno, o que era estranho já que todos os objetos que haviam por ali ele sabia a história, desde os brinquedos de infância de sua mãe até as valiosas recordações de seu avô das guerras em que ele já esteve. Se nunca lhe fora mostrado este caderno, com certeza havia uma razão.

Ele tentara perguntar aos seus avós o que era aquilo, mas tudo o que lhe disseram foi que era apenas um caderno velho de receitas e que o melhor seria colocá-lo de volta onde o havia encontrado, mas uma inquietação era presente na postura dos avós, algo como surpresa misturada com receio. 

Porque teriam reagido assim? Bram sabia que existia apenas uma maneira de saber. Normalmente não gostava de desobedecer seus avós, mas dessa vez sua curiosidade falou mais alto.

Sentado no sótão, aproveitou que seus avós estavam entretidos com outros afazeres para descobrir qual era o segredo daquele caderno. Qual não foi sua surpresa ao perceber que aquilo era um diário de um de seus antepassados distantes tendo sido escrito a mais de 300 anos

Valáquia, 14 de abril de 1456

Eu realmente não queria fazer esta viagem. Vir para terras tão distantes em busca de um familiar do qual nunca ouvira falar apenas para lhe pedir dinheiro emprestado? Isso não me parece certo. É verdade que estamos correndo o risco de perder tudo, mas porque justamente eu? Qualquer um de meus irmãos seria mais adequado para essa viagem...

Apenas um parágrafo restara daquele dia. Bram não sabia onde era Valáquia, mas guardara mentalmente o nome do local e o ano para pesquisar depois nos livros de seu pai.

Valáquia, 20 de junho de 1456

Já fazem alguns meses que estou instalado no castelo de Vlad. Ele disse que me daria a quantia de dinheiro que eu preciso, mas até agora já mencionei várias vezes a necessidade de partir para a Irlanda e ele apenas ignora o que eu digo, é como se ele não quisesse que eu partisse. O local é bonito de fato, mas não aguento mais ser obrigado a ver as barbaridades que ele faz com seus inimigos. Empalar pessoas? Que tipo de ser humano faz isso?

Não era possível. Estaria mesmo ele falando de Vlad III? Então de certa forma ele seria seu parente distante... Impossível. Como ele nunca soube disso antes? Mesmo faltando muitas páginas no diário ele precisava continuar lendo para tentar entender melhor essa história absurda.

Valáquia, 14 de janeiro de 1457

Está definitivamente impossível morar neste castelo. Vlad me dá calafrios com a sua monstruosa mania de fazer as refeições em frente aos corpos de seus inimigos. Não entendo como a sua esposa consegue ainda estar junto desse homem. Talvez ela seja uma prisioneira como eu.


...

Quando eu achei que nada de bom me aconteceria nesse castelo, eis que Lady Tepes me confidencia o quão infeliz ela é ao viver aqui com esse monstro e o quanto está feliz com a minha presença, é uma pena que só possamos conversar as escondidas, enquanto Vlad está fora resolvendo assuntos do reino.

Bram estava realmente frustrado com a quantidade de páginas faltando. Quando exatamente o seu antepassado começou a conversar com a esposa de Vlad? Quanto mais ele lia, maiores eram as suas dúvidas sobre essa história surreal.

Valáquia, 5 fevereiro de 1462

Mesmo com os horrores diários deste castelo ainda posso ter uma ínfima chance de ser feliz. Minha amada Lady finalmente decidiu fugir comigo para a Irlanda. Agora que ela está grávida, precisamos sair deste lugar infernal o quanto antes, principalmente agora que os Turcos estão ganhando vantagem na guerra. 

Meu plano não pode falhar, pois minha família depende de mim e se ficarmos aqui morreremos de qualquer forma, algo me diz que Vlad sabe do nosso romance.

Valáquia, 16 de setembro de 1462

Os Turcos invadiram o reino e não demoraram a chegar até aqui. Enquanto eles atacam a frente fugiremos pelos fundos do castelo, espero que a velha canoa abandonada ainda esteja às margens do rio Arges.

Os relatos acabavam ali. O jovem garoto estava completamente atordoado. Isso era realmente possível? Não conseguia acreditar.

Se tinha uma pessoa capaz de responder as suas perguntas, essa pessoa era o seu avô, e se fosse necessário insistiria todo o possível para que ele lhe contasse o que sabia sobre essa história.

Seu avô relutou muito em admitir a veracidade do diário, mas por fim lhe confessou que tudo aquilo era verídico e que ninguém sabia dessa história pois seu antepassado jurara colocar um fim na linhagem Tepes.

A fuga fora bem sucedida, no barco além do casal também havia um pequeno saco com objetos do castelo que poderiam ser vendidos. O desaparecimento da rainha fora dado como suicídio graças a algumas roupas que ela habilmente deixou para trás na margem do rio. Depois disso ninguém nunca mais ouvira notícias de Vlad III e desde então apenas o sobrenome Stoker sobreviveu.


...

Os anos se passaram e Bram continuava tão impressionado com a história de sua família quanto no dia em que descobriu a verdade. Mesmo tendo continuado com a sua vida normal, ele fazia diversas pesquisas nas horas vagas para descobrir maiores informações. Ele também levava sempre consigo o diário encontrado no sótão, e a partir do ano de 1890 decide reescrever o diário, alterando nomes e completando as informações que faltavam.

Bram acreditava que aquela história, ou melhor, a história de sua família, precisava ser eternizada. Mas... e se seu antepassado estivesse certo? E se Vlad não fosse humano? Com certeza isso fazia sentido.

Após muitos anos de intenso trabalho e minuciosas pesquisas, em 26 de maio de 1897 é publicado Drácula.



Bom pessoal, por hoje é isso! O que acharam da minha versão para a origem desse clássico? Deixem suas opiniões nos comentários!


Kissus kissus! o/

Grife social Omunga


Oi oi amores!

Hoje vim falar com vocês sobre um projeto muito legal que eu conheci através da página do Tiago Morini Um Livro Qualquer no facebook. O Tiago realizou um sorteio na página onde o prêmio era um kit da grife social Omunga que continha uma camiseta, um livro infantil e um marca-página.


Mas vocês devem estar se perguntando, o que é essa grife?

A grife é brasileira, de Joinville e tem como propósito desenvolver projetos de educação em áreas de extrema vulnerabilidade social no Brasil e no mundo através da construção de bibliotecas e capacitação de professores para que crianças e adolescentes tenham oportunidade de acesso a uma educação de qualidade.

As bibliotecas terão 100m² de área interna, contendo 1500 livros, 5 computadores e 1 TV e DVD com projetor.

Até o momento, os locais onde serão construídas essas bibliotecas serão no sertão do Brasil, e em Angola e Moçambique, na África.

Eu gostei tanto desse projeto que a minha proposta com esse post não é só dividir a minha alegria com vocês, mas também convidá-los a ajudar nesse projeto fantástico, então quem gostou da ideia e quer contribuir de alguma forma poderá acessar o site da grife e adquirir algum de seus produtos, pois é com o dinheiro arrecadado com as vendas é que será possível realizar o objetivo do projeto.

Tanto o kit quanto as camisetas podem ser adquiridas na loja virtual deles clicando aqui!
Já que é um projeto a nível internacional, nada melhor do que estrear a camiseta na fronteira!

Bom pessoal, por hoje é isso! Espero que tenham gostado da dica e que que puder colabore com esse projeto que ajudará a formar não só novos leitores, mas novos cidadãos!


Kissus kissus! o/

Parceria com as autoras Débora Knittel e Érica Falcão


Oi oi pessoal!

Hoje estou aqui com mais uma excelente novidade para vocês! Quem notou a atualização do nosso menu viu que adicionamos a aba de autores parceiros e que fechamos parceria com as autoras Débora Knittel e Érica Falcão, autoras do livro Eclipse da Lua Azul publicado pela editora Solisluna. O livro chegou hoje aqui em casa e veio direto da Bahia para o interior do Rio Grande do Sul, na fronteira com o Uruguai, com certeza uma bela viagem!

O livro passeando no Parque Internacional, divisa de Santana do Livramento e Rivera com o obelisco e as bandeiras dos dois países ao fundo

Clássicos da literatura em mangá

Oi oi pessoal!


Como vocês já devem ter percebido, eu gosto de ler mangás e agora inclusive já comecei a falar sobre eles aqui no blog. A primeira vez que mencionei um mangá foi nesse post do segundo tema do projeto BLC, a tag Livros ou Travessuras também já fiz um post inteiro sobre o mangá da Full Moon O Sagashite.


Hoje decidi juntar duas das minhas paixões: clássicos literários e mangás!



Para quem não sabe, a editora JBC lançou em mangá a adaptação do clássico As Aventuras de Tom Sawyer, obra aclamada de Mark Twain. Essa versão foi escrita por Shin Takashi e conta com oito páginas coloridas e com um total de 380 páginas.


Confesso que estou com muita vontade de ler essa adaptação e acredito não ser necessário ter lido antes a obra original!

Sinopse: Inspirado na obra-prima “As Aventuras de Tom Sawyer”, de Mark Twain!Haru, que mora sozinha na capital do Japão, fica sabendo da morte da mãe e regressa à sua terra natal para o funeral.O plano era apenas comparecer aos ritos funerários e logo voltar à Tóquio, mas a gata que morava em sua antiga casa falece na mesma noite… A jovem decide enterrá-la ao lado de sua mãe, mas no caminho até o cemitério esbarra com o menino que não tinha a pele queimada pelo sol, que a chama de “bruxa”! O menino de pele branca, Taro, não duvida que o corpo da gata é para um ritual de bruxaria e decide seguir Haru até o cemitério. É a partir desse momento que os dias do verão da Haru, pouco a pouco, começam a fugir de controle… (sinopse da editora)
Lançamento: 24 de outubro               Preço: R$ 23,90


#6 O que eu penso sobre... Full Moon O Sagashite volume #1 - Arina Tanemura



Oi oi pessoal!!

Hoje eu tenho uma novidade para vocês! Como vocês devem ter visto no segundo post do Projeto BLC em uma das perguntas da TAG eu citei um mangá. Pois bem, a novidade é que além de livros o blog também irá falar sobre mangás e HQs, pois eles também são uma parte importante do mundo da literatura!

Muita gente nunca leu um mangá por diversos motivos, um deles é a dificuldade em entender como se lê, mas é fácil você basicamente vai ler da esquerda para a direita, de cima para baixo. Porque da esquerda para direita? Porque essa é a maneira oriental de se escrever, então mesmo que um mangá seja traduzido ele precisa seguir essa ordem e por isso os mangás traduzidos sempre vem com uma pequena ilustração orientando o leitor sobre a maneira certa. Mas não se preocupem, em um próximo post faremos uma tirinha especial em estilo mangá para vocês entenderem melhor.

Mas agora eu estou aqui para falar de um mangá que eu amo, inclusive é um dos meus favoritos: Full Moon O Sagashite, um mangá de sete volumes (está faltando um volume na imagem lá em cima) que eu vou ir fazendo um post para cada volume.

Especial dia da criança: 3 livros que fizeram parte da minha infância

Oi oi pessoal!

Hoje é comemorado o dia da criança e eu realmente não podia deixar passar em branco. Portanto achei que seria legal falar um pouco sobre três livros que marcam a minha infância e pré-adolescência.






O Porão Misterioso - Cláudio Levitan

Título: O Porão Misterioso                       Autor: Cláudio Levitan             Ilustrador: Lucas Levitan           Editora: L&PM                                               ISBN: 8525410187                                       Nº de páginas: 104                           Acabamento: Brochura                                 Ano: 2001
Esse livro vai contar a história de Matias, Alice e Tiago e de como eles foram parar na Lua graças a um manual de como se montar um foguete, encontrado no porão da casa de seus avós em uma manhã de sábado. Todas as aventuras vividas por eles são acompanhadas de perto e narradas pela velha goiabeira plantada no quintal da casa.

Eu li esse livro quando tinha uns 11 anos de idade e foi o meu primeiro livro infanto-juvenil, ou seja, um livro mais grosso com muito texto, diferente dos infantis em que as ilustrações ocupam páginas inteiras e com apenas um parágrafo por página. O comprei na primeira feira do livro que fui, me lembro até hoje de estar encantada com tantos livros, mas esse me cativou logo que o vi; o resultado disso é que até hoje ele é um dos meus livros favoritos da vida!



Comprando no submarino

Oi oi pessoal!

Aqui estou para contar para vocês a minha primeira experiência de compras no Submarino.

Mês passado foi o aniversário da loja e estavam fazendo descontos divinos em todos os departamentos, principalmente nos livros. Confesso que por nunca ter comprado nada lá eu estava em dúvida, mas devido à excelentes recomendações principalmente da Carol e da Monika, decidi arriscar.

O resultado foi excelente! Os livros chegaram uma semana antes do prazo previsto e super bem embalados!


Eles vem dentro de uma caixa de papelão, na tampa tem uma etiqueta enorme de identificação e um saquinho muito bem colado com a nota fiscal dentro.




Projeto BLC #2: TAG Livros ou Travessuras?




Oi oi pessoal!!

postagem  de hoje faz parte do Projeto Blogagem Literária Coletiva, promovido pelos Blogs Chá & Livros, Os Literatos e Diário de uma Livromaníaca, sendo este o segundo tema do Projeto BLC! Para ver o primeiro tema clique aqui.

Como em Outubro comemoramos o Halloween, o Projeto Blogagem Literária Coletiva apresenta a TAG “Livros ou Travessuras?”.

Dessa vez vamos entrar no mundo do terror e mistério, homenageando os personagens que caracterizam o Halloween ou, como chamamos aqui no Brasil, O Dia das Bruxas, e para isso, criamos uma brincadeira em forma de TAG, onde para cada personagem de histórias e lendas de horror, temos que associar a um livro que lemos. 




Livros ou Travessuras?


1°.  Livro Drácula: Os vampiros são caracterizados por sugar o sangue alheio, cite aquele livro que sugou todas as suas forças, deixando você sem ar.

Marina, do maravilhoso Carlos Ruiz Zafón. Sem palavras pra esse livro! Ele me divertiu, emocionou, deu medo, não exatamente nessa e em alguns momentos era tudo ao mesmo tempo. Eu fiquei extasiada com o brilhantismo com que é desenvolvida a história e com o final, li ele super rápido e ainda tive uma ressaca literária. Fantástico!






Projeto Blogagem Literária Coletiva: Tema #1 Estagiários do John Green

Usagi tentando escrever enquanto John Green está pescando







Oi oi pessoal!

O post de hoje é o primeiro do Projeto BLC, promovido pelos blogs Chá & Livros, Os Literatos e Diário de uma Livromaníaca

 E vocês não vão acreditar! Hoje eu fui ver minhas mensagens e tinha o seguinte texto:

Como primeiro tema do Projeto Blogagem Literária Coletiva, os blogueiros participantes serão estagiários de nada mais nada menos que o premiadíssimo John Green.

Este mês John Green saiu para pescar e deixou o seguinte bilhete para você:
“Querido estagiário:   
                        
Terminei de escrever A Culpa é das Estrelas, mas ainda não estou contente. Sinto que falta algo e não consigo identificar o que é. Peço que você reescreva algum trecho de ACEDE, mude algo no começo, meio ou fim. Reinvente algum diálogo ou cena, acrescente personagens, mude o destino de outros. Mas quero apenas UMA mudança e deixo-a a seu critério.

Confio em você, na volta verei o resultado e comemoraremos com um belo peixe assado.”

John Green.


Pois é, pessoal, vocês acreditam nisso? Mas se é o John Green que está mandando, quem sou eu para negar! Como eu gostei muito da forma como o livro se desenrolou, não mudei nada, só acrescentei uma coisinha a mais, espero que o tio João Verde goste!



Projeto Blogagem Literária Coletiva

Oi oi todo mundo!


Vocês já ouviram falar em blogagem coletiva ou postagem coletiva? Essa modalidade de postagem (se é que podemos chamar assim) surgiu em meados de 2006 com a finalidade de unir blogueiros.

Nós do Blog Chá & Livros, em conjunto com os Blogs Os Literatos e Diário de uma Livromaníaca gostamos tanto de blogagem coletiva que decidimos criar o Projeto Blogagem Literária Coletiva. Um projeto que visa além da maior interação entre blogueiros, a divulgação de seus blogs e a premiação de alguns participantes. Funciona da seguinte forma:

Vocês preenchem um cadastro como participante, entram no grupo do Facebook para membros do Projeto BLC e aí é só aguardar o email avisando quando a postagem com o tema mensal estará no ar.

Assim como vocês, vários outros blogs farão o mesmo (por isso o nome postagem coletiva), são vários blogs postando sobre o mesmo tema, mas cada qual com sua forma de interpretá-lo.

É bem divertido. Vocês postam os links das suas resenhas/postagens no grupo de divulgação BLC e assim interagem com vários outros blogs, além de ser uma excelente possibilidade de apresentarem suas formas de escrever para vários blogueiros e conhecerem várias pessoas.

Existem dois motivos para participar: 1) Pelo simples fato de simpatizar com o Projeto BLC, os temas propostos, a divulgação do seu blog e amizades que vocês farão ou 2) Por tudo isso e ainda ganhar presentes.

Caso vocês prefiram a segunda opção, a única regra é seguir os três Blogs do Projeto BLC. Por mês o Projeto BLC sorteará livros e mimos para os seus membros participantes/seguidores.

E então? Vamos participar? Estamos aguardando as inscrições!

Link para se inscrever aqui.

Link do Grupo de Divulgação das postagens aqui.



Por hoje é isso pessoal, espero que gostem e participem!

Kissus kissus! o/

TAG #1: THE TARDIS BOOK TAG



Neko e Usagi fugindo com a TARDIS enquanto o Décimo Doutor persegue elas




Oi oi pessoal!

Hoje estou aqui para responder a primeira TAG do blog! Ela se chama The TARDIS book TAG e foi criada pela booktuber Sue Moro e traduzida pela Mariana do canal Mariana Reads. E eu encontrei a TAG no canal da Michelle Borges.

Para quem não conhece Doctor Who, ela é uma série de ficção científica que tem como personagem principal um Time Lord (ou em português, Senhor do Tempo) conhecido como The Doctor (O Doutor). 


O Doctor consegue viajar no tempo e espaço graças à TARDIS (Time and Relative Dimension(s) in Space; em português Tempo e Dimensão Relativas no Espaço).Até ai tudo normal, mas a maior característica da Tardis é que ela possui um sistema camaleão com o qual ela pode mudar de formato para passar despercebida, ou pelo menos poderia, se esse sistema não tivesse parado de funcionar e ter travado justamente em uma cabine de polícia londrina da década de '60. 

Por enquanto acho que é isso que vocês precisam saber sobre a série e se ficaram curiosos para saber mais super recomendo ela!
Todas as ilustrações utilizadas nesse blog são de autoria da ilustradora Duda Almeida. Tecnologia do Blogger.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...